Mais Procurados

News

Cadastre-se e receba
informações sobre cursos

Enquete

O que você procura no exterior?
 

ANTES DE VIAJAR

 

  • Planeje a sua viagem com antecedência. Obtenha o máximo de informações sobre os países e as cidades que irá visitar, a moeda local, e a escola que irá freqüentar. Tenha guias especializados sobre seu destino, clima, cultura, costumes, atrações, acomodações, comidas etc.

  • Verifique a validade do seu passaporte, ele deverá estar válido até o final da sua viagem e retorno ao Brasil. Mantenha seu passaporte sempre em lugar seguro, para não ser roubado ou extraviado. Guarde sempre uma cópia. Em caso de perda ou roubo do passaporte, entre imediatamente em contato com o consulado brasileiro mais próximo para providenciar um novo documento.

 

  • Nunca viaje sem ter uma cobertura médica internacional. Para a maioria dos países, ela é obrigatória.

  • Leve os próprios medicamentos, já que é difícil comprar remédios sem receita médica no exterior.

  • Tire cópias de sua passagem aérea, passaporte e visto de permanência. No caso de extravio, fica muito mais fácil solicitar uma segunda via. Guarde-os sempre como se fosse dinheiro.

  • Não exagere! Leve somente o essencial e deixe espaço disponível para os souvenires. Franquia: 32kg cada mala (total de duas) para os Estados Unidos e Europa. Identifique sua bagagem com seu nome, endereço e telefone usando uma etiqueta, inclusive nas sacolas de mão. Como nas esteiras as malas muitas vezes se parecem, identifique as suas com fitas de cores fortes.

  • Deixe uma cópia de todos os números de telefones da escola, acomodação e hotéis, assim como uma cópia do seu plano de viagem, na sua casa ou escritório.

 

  • Se você levar algum aparelho eletrônico, vai precisar de um adaptador. Pesquise a voltagem dos países que você visitará. Caso não encontre adaptadores para os países que visitará, procure no aeroporto no seu desembarque.

 

  • Entre em contato com seu banco ou administradora de cartões de crédito para obter uma listagem com os locais dos caixas automáticos fora do país. Geralmente, existem caixas dentro e fora de agências bancárias. Lembre-se que para sacar dinheiro de caixas automáticos é preciso da senha do seu cartão de crédito.

DURANTE A VIAGEM

  • Nunca leve objetos de valor na mala que será despachada.

  • É recomendável que você tenha consigo um cartão com os seguintes dados:
    - My permanent address is... (endereço no Brasil)
    - Telephone ... (seu telefone)
    - My next of kin information is... (nome, endereço e telefone de seu parente mais próximo)
    - Bloody type... (tipo de sangue)
    - I will be staying at... (endereço do local onde você está hospedado)
    - Insurance... (número do telefone de sua seguradora)

  • Não ande com todo o seu dinheiro no bolso, procure guardá-lo em cofres no hotel. Escolha um local seguro se você estiver hospedado em casa de família.

 

  • Tente sempre levar com você a moeda local. Caso não seja possível, viaje com dólares americanos e faça, logo na chegada, o câmbio no aeroporto somente para as primeiras necessidades. Depois procure melhores taxas. Evite carregar notas de valores altos, leve um ou mais cartões de crédito internacionais. Travellers checks são a melhor maneira de se portar dinheiro. Casas de câmbio farão a conversão na hora mediante apresentação do seu passaporte.

 

  • Onde quer que você esteja, sempre é mais barato usar um telefone público - eles existem em todas as partes - ou procurar a central telefônica da cidade. Em quase todos os países, ligar a cobrar também é desvantajoso. Quando você usa o serviço a cobrar (collect call), o valor da ligação vai cair na sua conta telefônica, porém com a tarifa cobrada pela Embratel, que é, em geral, mais cara do que as tarifas cobradas por empresas estrangeiras. Compre cartão telefônico do lugar onde você está.

 

  • Visite os escritórios de turismo das cidades para conhecer as últimas informações sobre eventos, hotéis e descontos. Na Europa eles estão sempre próximos às estações de trem.

 

  • Faça as refeições em estabelecimentos locais, coma e beba com o povo do país. Ajuda muito no aprendizado da cultura.

  • Lembre-se de que conhecer um lugar não é apenas fazer compras e tirar fotografias, mas comer sua comida, ver sua televisão, observar os hábitos do povo e fazer o que eles fazem para se divertir. Mergulhe no destino de corpo e alma para não se arrepender de ter perdido o melhor do investimento.

NO RETORNO DA VIAGEM

  • Em diversos países você pode receber de volta o valor do imposto embutido no produto, que varia de 8 a 15%. Esse processo se chama detax. Você apresenta os recibos (em alguns países também os produtos) no aeroporto (informe-se nos guichês de detax) e recebe o dinheiro de volta. Em alguns lugares você recebe o dinheiro na hora. Em outros, o dinheiro é enviado para sua casa pelo correio.

 

  • Reconfirme seu vôo de retorno com 72 horas de antecedência.

  • Alfândega – quem vem do exterior, e ingressa no país via aérea, está isento de impostos referentes a roupas e objetos de uso pessoal em quantidades compatíveis com a duração e finalidade da viagem; livros e objetos até o limite de US$ 500 (quinhentos dólares americanos) por pessoa, ou equivalente em outra moeda.

FONTE: http://www.granviaviagens.com.br/dicas.asp